Gerais, Notícias › 06/05/2019

Bênção e emoção marcam a Ordenação do 5º Padre filho de Redenção do Gurguéia

Noite de sábado dia 27 de abril de 2019, uma data importante na história de Redenção do Gurguéia, em especial na comunidade católica. Noite que marca a Ordenação Presbiteral de Pe. Fábio Ribeiro Soares de 28 anos.

Esta foi a 5ª celebração de ordenação ocorrida em Redenção, sendo destas, quatro de filhos da terra, a saber: Anísio Borges, Benedito Chaves, Tailson Guerra e agora Fábio Soares. Uma 5ª Ordenação foi do saudoso Pe. Ângelo Raimundo (carioca do Bairro de Ramos) que também fora ordenado nesta cidade. De Redenção Gurguéia temos ainda o Pe. François Figueiredo Costa, redencense que iniciou seus estudos em Brasília e hoje é pároco na cidade de Anápolis GO.

Esta experiência em celebrações de ordenação, provavelmente capacitou a Igreja local – seus membros que a cada ordenação se supera com uma festa bonita e emocionante.

A Paróquia de Redenção, uma das maiores da região ficou pequena pra tantas pessoas da cidade e caravanas vindas de outras dioceses. Apesar de terem sido colocadas inúmeras cadeiras extras nos corredores, faltou espaço e cadeiras pra acomodar a todos.

Na homilia, o Bispo Dom Marcos Tavone discorreu sobre os votos de doação e dedicação da Ordem dos Mercedários, falando da escolha por Deus do redencense Fábio Soares.

Após a celebração, falaram o representante da Ordem Mercedária que agradeceu ao Bispo pela celebração, ao pároco e ao povo da cidade pela hospitalidade. Agradeceu ainda Dona Benedita, mãe do Ordenando pela doação, pelo presente que ela deu à Ordem Mercedária.

O Pároco local, Pe. José Dino que organiza pela segunda vez uma celebração de ordenação em Redenção,  agradeceu as equipes da igreja, a comunidade que sempre corresponde ao chamamento, instituições e ao Poder Público pelo apoio.

O ordenando Pe. Fábio fez uma espécie de biografia, contanto sua história de lutas e realizações, suas origens e sua caminhada pedagógica. Agradeceu a seus familiares, aos padres que o incentivaram, ao Bispo Dom Ramon (in memória) a quem atribuiu a abertura para sua inserção no seminário em Bom Jesus. Agradeceu as comunidades e cidades que vieram em caravanas de lugares tão distantes como São Paulo por exemplo.

Todos os oradores relataram sobre o “estado de graça” em que se encontravam os representantes da Igreja e toda comunidade por este grandioso acontecimento. Após a celebração houve um jantar oferecido a comunidade no Centro Social, ao som do Ministério de Música da Igreja local.

Pe. Fábio, Origem e caminhada pedagógica

Redencense de 28  anos filho de Benedita Ribeiro da Silva, Senhora do lar que eventualmente trabalhava comissionada em serviços de limpeza para Prefeitura e Valdeci Soares da Silva, Pescador e trabalhador da Agricultura Familiar (in memória). Filho de família humilde, faz questão de frisar suas origens, inclusive de como era conhecido na cidade por seus contemporâneos que o tratavam pelo alcunha de “Biogolo”. Estudou em Redenção o Ensino Fundamental e transferiu-se para o Ensino Médio, já no seminário.

            Ingressou no seminário aos 17 anos, após ter despertado a vocação, onde passou durante três anos, daí passou por outro processo vocacional, quando entrou na Ordem de Nossa Senhora das Mercês conhecida como a Ordem Mercedária, uma ordem com 800 anos de história.

A partir daí, Fábio Soares começou dar voos mais altos, alimentando sua gana de saber, foi à Brasília onde estudou Filosofia no Instituto Franciscano de Brasília, depois foi a Salvador passar por mais um processo vocacional chamado “noviciado” estudando as regras e histórias da Ordem, a vida da Igreja, vida consagrada e outros conteúdos religiosos.

Continuando sua caminhada, foi a São Paulo, onde estudou Teologia na PUC de São Paulo até 2018.

Em 2019, em janeiro foi ordenado Diácono, sendo já encaminhado para São Raimundo Nonato para exercício do diaconato e neste mês de abril foi ordenado a Presbítero, ordenado a Padre pela imposição das mãos do Bispo  Dom Marcos Antônio Tavone.

Foi uma caminhada de 11 anos de amadurecimento intelectual, amadurecimento de discernimento e espiritual. Hoje se coloca como um filho deste templo, um filho desta cidade, disposto a fortalecer cada vez mais a sua vocação, trabalhando, ajudando e dando testemunhos.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.